Sobre o Inumeráveis

Alessandro Ricardo Corrêa

1976 - 2020

Motociclista, com cara de bad boy, que tinha um coração doce como mel.

Fã de rock, carros e motos, Alessandro tinha tudo para ser o perfeito bad boy. Mas, seu coração doce não negava a pessoa amável que era. Gostava de colecionar miniaturas de automóveis e ficava bravo quando o chamavam de motoqueiro. Dizia que era motociclista. Também adorava ouvir suas bandas preferidas: Queen, Aerosmith e Bon Jovi.

Trabalhou por 26 anos na prefeitura de Franco da Rocha, e nos seus últimos meses na Terra foi um herói na luta contra o coronavírus. Era da vigilância epidemiológica e, com certeza, ajudou a salvar muitas vidas.

Tinha charmosos cabelos grisalhos, que lhe renderam várias namoradas. Mas suas verdadeiras paixões eram sua avó Matilde e sua Tia Noêmia, que não aguentou a saudade e foi se encontrar com o sobrinho no Céu, dois dias depois de se separarem.

Amoroso e sempre preocupado com a família, antes de partir, Alessandro deixou um último pedido para o médico: que falasse para o seu pai se cuidar. A irmã Beatriz guarda as lembranças mais carinhosas possíveis do irmão: “Vou me lembrar sempre de como ficou feliz quando foi meu padrinho, na formatura do ensino médio e do seu orgulho, quando soube que começaria a cursar medicina”, conta.

Seu pai e irmãos são só saudades, mas sabem que Deus o acolheu de braços abertos no Céu.

Alessandro nasceu em Franco da Rocha (SP) e faleceu em Franco da Rocha (SP), aos 44 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela irmã de Alessandro, Beatriz Bordim de Andrade Correa.

-

Alessandro era uma pessoa querida por muitos. Trabalhador e com personalidade forte, nunca deixou de se preocupar com as pessoas.

"Sempre me incentivava a estudar e poder ter um emprego melhor.
Gostava de tirar sarro dos amigos e era muito presente em tudo. Deixa imensas alegrias e saudade dentro do meu coração. Te amo eternamente, Alessandro." declara a companheira Fabiana Cristina.

Alessandro nasceu em Franco da Rocha (SP) e faleceu em Franco da Rocha (SP), aos 44 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela companheira de Alessandro, Fabiana Cristina da Silva. Este tributo foi apurado por Carla Cruz, editado por Maria Alice Freire, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 23 de julho de 2020.