Sobre o Inumeráveis

Andressa Atílio Alves

1982 - 2021

Amava ouvir e cantar músicas sertanejas enquanto limpava a casa, tornando a tarefa um momento de diversão.

Alegre, brincalhona, animada, divertida, feliz. Assim a família descreve Andressa, uma pessoa de alma jovem, que viveu a vida intensamente e sempre fazia com que os dias bons superassem os ruins. Encarava os desafios da vida de frente. Com sua famosa gargalhada, que o filho João Pedro carinhosamente descreve como “escandalosa”, tinha o poder de causar o riso em quem estivesse perto.

Inteligente e de raciocínio rápido, Andressa destacou-se também no ambiente profissional e era sempre elogiada em seu trabalho. Tudo isso sem deixar de lado sua característica mais marcante: a alegria. Por essa razão, era muito querida por todos.

Além de muito vaidosa, a prima Queren lembra que Andressa também era muito humilde. Quando errava, não hesitava em pedir perdão. Gostava de limpar a casa ao som de música sertaneja.

Apaixonada pela sua família, era muito próxima dos pais, dos sobrinhos, dos irmãos e do seu filho. Gostava de reunir todos e tudo para ela era motivo de festa. Mas a relação de mãe e filho foi especial. Andressa foi a melhor amiga e conselheira de João.

Andressa nasceu em Guarulhos (SP) e faleceu em Guarulhos (SP), aos 38 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho e pela prima de Andressa, João Pedro Atílio Oliveira | Queren Letícia Soares Vieira. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Marília Ohlson, revisado por Lícia Zanol e moderado por Rayane Urani em 1 de setembro de 2021.