Sobre o Inumeráveis

Antônio Bezerra da Silva

1950 - 2020

Fazia piada até consigo mesmo, tudo para fazer os outros rirem.

As linhas abaixo foram escritas por Diego para seu tio-avô, Antônio:

Tio Toinho, Tota, assim era chamado por familiares e amigos. Vivia sempre de bem com a vida, fazia piadas para todas as situações.

Ria bastante e também fazia rir, era um barato.

Com ele não tinha tempo ruim, nunca reclamava, tinha suas manias e defeitos como todos. Na maioria do tempo, ele estava lá, falando alto: no seu tom habitual.

Cervejinha, forró, estar com amigos e família eram para ele o ar que ele respirava.

Antônio nasceu em Sapé (PB) e faleceu em João Pessoa (PB), aos 70 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo sobrinho-neto de Antônio, Diego Madureira Bezerra. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Mateus Teixeira, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 17 de dezembro de 2020.