Sobre o Inumeráveis

Antônio Lucivaldo Vital

1960 - 2020

Um construtor de lares apaixonado pela sua terra.

O barulho da moto antecedia a visita, anunciando a chegada de Lucivaldo. Não tinha aviso: pegava os alimentos colhidos em seu terreno na sede de Trairi, no litoral cearense, partia para uma das vilas do município e batia na porta de alguém querido. Oferta entregue, café tomado, prosa terminada, ele seguia então seu caminho.

Esse roteiro era conhecido por quem conviveu com Lucivaldo, que tinha suas raízes bem fincadas e grande amor pela terra. Terra, para ele, tinha significado duplo - a que lhe rendia colheitas fartas o suficiente para sempre dividir e a que chamou de única morada em seus 60 anos de vida.

De morada, aliás, ele entendia bem. Lucivaldo era construtor de lares e ajudou a escrever a história de muita gente, de quem conquistou o bem querer mesmo com sua personalidade introvertida.

Quarto de nove filhos, sofreu de forma resiliente perdas difíceis - uma neta pequena, sua mãe e o irmão mais velho, nessa ordem - e tinha ganas de construir mais, sejam casas, sejam histórias. "Bora! Eu vou viver, essa doença não vai me levar", disse para a equipe médica, com o pouco fôlego que lhe restava. Agora, sua narrativa segue com seus quatro filhos e quatro netos, dois deles prestes a nascer.

Antônio nasceu Trairi (CE) e faleceu Trairi (CE), aos 60 anos, vítima do novo coronavírus.

Jornalista desta história Carolina Lenoir, em entrevista feita com sobrinha Ana Kalline Teixeira Vital, em 19 de maio de 2020.