Sobre o Inumeráveis

Arcangelo Ravanelli Pedrosa

1969 - 2020

Viveu o amor intensamente, dedicando-se e protegendo todos.

"Ele sempre foi um brincalhão! Quando chegava no departamento, já entrava brincando. Nas idas ao café sempre perguntava a todos desse jeito: café?, café?, café?... Pai amoroso, colega exemplar, deixou saudades. Seu sorriso será lembrado sempre. Um abraço, meu querido amigo", declara a colega de trabalho, Simone Neves Viana Ribeiro da Silva.

O contador Arcangelo era chamado de Zé no trabalho. Em família, virava Can. Tinha mania de limpeza e organização. Amoroso, companheiro e sempre disposto a fazer o bem. Seu maior prazer era estar com a família, os filhos Allan e Isis. Valorizava cada segundo ao lado deles.

“Dividimos a vida, fomos muito felizes”, diz Roberta, ex-namorada que, ao fim do relacionamento, virou uma grande amiga.

Ele será lembrado como uma pessoa que não media esforços para ajudar os outros e um homem que fazia tudo pela família.

Arcangelo nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em Osasco (SP), aos 50 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela esposa e colega de Arcangelo, Roberta e Simone. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Ticiana Werneck, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 4 de junho de 2020.