Sobre o Inumeráveis

Benedito Ari Buzato

1940 - 2020

Cantor e locutor da igreja, quando alguém morria, era ele quem noticiava, logo após a Ave Maria de Gounod.

“Ave Maria, gratia plena
Dominus tecum
Benedicta tu in mulieribus
Et benedictus fructus ventris tui, Iesus.

Sancta Maria, Mater Dei,
Ora pro nobis peccatoribus
Nunc et in hora mortis nostrae
Amen.”

Charles Gounod (1818-1893)

Morreu em Torrinha, pequena cidade turística do estado de São Paulo, Benedito Ari Buzato, o seu Ari.

Benedito Ari era locutor do sistema de comunicação da igreja matriz da cidade, a qual conserva a cruz feita por seu pai. Uma das atribuições de seu Ari era noticiar as mortes dos cidadãos de Torrinha após a famosa composição musical de Charles Gounod, Ave Maria. Ao ouvirem as primeiras notas, “as pessoas paravam para saber quem havia partido”, conta o sobrinho Mario Cesar.

Com 79 anos, seu Ari tinha uma voz forte e vigorosa. “Era ele quem puxava os cânticos e hinos nas cerimônias religiosas”, recorda com orgulho o sobrinho.

Na profissão, a arte estava em suas mãos. Seu Ari era ferreiro, moldava os metais com exatidão e paciência, aquecimentos e resfriamentos até os retoques finais.

Com força e precisão, forjava o metal e a voz. Com doçura e afeto, forjava os vínculos e as relações. Segundo Mario Cesar, seu Ari era “amoroso e educadíssimo”.

O sobrinho ainda lembra a brincadeira do tio: “só a minha morte eu não anunciarei". Aliás, “não se anunciam mais mortes na cidade”, afirma Mario Cesar. A morte de seu Ari silenciou os cantos da matriz e os cantos da cidade.

Com dor e saudade, o sobrinho encerra esse anúncio-homenagem, sabendo que sua voz não substitui a do tio, mas, quem sabe, suas palavras possam soar como notas em arpejo e, junto com Gounod, alcançar o Céu e dar graças a seu Ari.

Amém.

Benedito nasceu em Torrinha (SP) e faleceu em Torrinha (SP), aos 79 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo sobrinho de Benedito, Mario Cesar. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Denise Stefanoni, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 23 de janeiro de 2021.