Sobre o Inumeráveis

Claudio Manoel Ricardo

1950 - 2020

O mineiro que fez história na Pauliceia Desvairada.

Filho mais velho de uma família de dez irmãos, começou a trabalhar bem cedo, como era tradição naquele tempo.

Aos 21 anos, já no auge da repressão dos chamados Anos de Chumbo, deixou a terra natal e foi para São Paulo de “mala e cuia” para ganhar a vida e fazer história.

Na “cidade grande”, trabalhou no Jockey Clube, tratando dos cavalos. Quase no fim da década de 80, 17 anos depois de ter convivido com o ritmo frenético da Pauliceia Desvairada, mudou de profissão e tornou-se metalúrgico.

Conquistou mais do que a amizade e o respeito dos colegas de trabalho, que o reconheciam como um homem honesto e companheiro para todas as horas. Mais 10 anos se passaram e, em 1998, Claudio Manoel se aposentou e retornou à região onde nasceu.

"Seo" Cláudio deixou a saudade como legado de uma família que o tinha como esteio, segurança e exemplo.

Claudio nasceu em Patis (MG) e faleceu em Montes Claros (MG), aos 69 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de Claudio, Claudinei dos Santos Ricardo. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Luiz Ribeiro, revisado por Lígia Franzin e moderado por Edson Pavoni em 12 de maio de 2020.