Sobre o Inumeráveis

Domingos Marcelino da Silva

1944 - 2020

"Ôh, véio bacana!", define a neta.

Para seu Domingos, não tinha tempo ruim. Tudo era motivo de piada. De risada.

Depois de uma vida de trabalho puxado, quando se aposentou, não queria compromisso com nada nem ninguém. Queria viver livre. “Uns diziam que ele não tinha juízo, porque não se preocupava com nada. Vejo que foi isso que lhe deu uma vida plena e feliz”, diz a neta e filha de criação Guriatã.

Domingos nasceu em Ceará Mirim (RN) e faleceu em Ceará Mirim (RN), aos 76 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Ticiana Werneck, a partir do testemunho enviado por neta e filha de criação Guriatã Canindé Rodrigues Silva, em 2 de maio de 2020.