Sobre o Inumeráveis

Edcleyson de Souza Santana

1979 - 2021

Se algo era impossível de fazer, ele ia e fazia do jeito dele.

Era dedicado, prestativo e atento aos mínimos detalhes. Seu perfeccionismo era parte da personalidade deste homem sempre disposto a ajudar. Era por isso que, mesmo com sua confiança e habilidade com o inglês, ficava nervoso na hora de conversar com pessoas nativas ou que não morassem no Brasil.

A verdade é que, para ele, os filhos eram tudo que tinha de mais perfeito no mundo. Ensinava-os ― com exemplos de paciência, humildade e respeito ― a valorizar o que tinham.

Por se importar tanto com pequenos detalhes, também encontrava felicidade nas coisas mais simples: nos cafés da manhã que tomava fora de casa todos os dias com a esposa, no seu amor por pedalar, nos jornais da semana que assistia aos sábados e domingos e nos jogos do amado rubro-negro que nunca deixava de ver.

Nem quando o Sport perdia Edcleyson ficava chateado por muito tempo. Logo voltava a ostentar seu sorriso único para os familiares e amigos, em cuja companhia amava dançar e cantar.

Será lembrado com muitas saudades pelo excelente pai, esposo, irmão e filho, além do amigo leal e bondoso que foi.

Edcleyson nasceu em Recife (PE) e faleceu em Recife (PE), aos 42 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela esposa de Edcleyson, Gerciliana Maria da Silva. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Luíza Victorino, revisado por Fernanda Ravagnani e moderado por Rayane Urani em 30 de julho de 2021.