Sobre o Inumeráveis

Enezia Ferreira da Silva

1940 - 2020

Era tão querida que sua casa estava sempre cheia. Formou uma grande família e fez amigos por onde passou.

Dona Nezia era uma pessoa cheia de vida, apaixonada por sua família e dona de uma fé inabalável.

Foi casada por cinquenta e três anos com Antonio Aleixo e mãe de José, Maria de Lourdes, Odete, Osvaldo, Eva, Adão, Anita, Anito, Nelson, Advaldo, Silvia e Rosilene. Dedicou-se muito para criá-los da melhor forma. Com seu trabalho como funcionária do lar, deu estudo aos 12 filhos e foi exemplo de garra para superar adversidades.

Dona Nezia adorava reunir a família, mas seu coração grande tinha espaço para mais gente. A neta Aline conta que a avó "tinha a casa sempre cheia de pessoas" e que, por isso, brincavam que Nezia tinha mais agregados do que familiares, de tão querida que era. É que ela fazia amizades por onde quer que passasse.

Como uma frequentadora da igreja e fiel aos ensinamentos de Deus, colocava em prática o que aprendia. Dedicava parte do seu tempo a visitar pessoas doentes e, talvez por isso, tenha o amor aos seus e ao próximo como uma de suas maiores virtudes.

Além de viver para os outros, também vivia para si e gostava de aproveitar as boas oportunidades que lhe surgiam. Aos 75 anos, perdeu as pernas em razão da diabetes e Aline conta que isso não tirou da avó a vontade de viver. Dona Nezia seguiu viajando, entrando na piscina e até montando a cavalo.

Agora, ela está na companhia do marido, que partiu treze anos antes, e também dos filhos José, Eva e Anito. Todos se unem também no coração da família e de tantos outros que os conheceram em suas trajetórias.

Enezia nasceu na Bahia e faleceu em Santo Anastácio (SP), aos 80 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Enezia, Aline Alves de Souza Gonçalves. Este tributo foi apurado por Irion Martins, editado por Larissa Reis, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 14 de outubro de 2020.