Sobre o Inumeráveis

Evalmir Frazão Itapirema

1953 - 2020

Simples e com bom coração, o Bonitão tinha a alegria estampada no rosto.

“Bonitão”, como era conhecido pelos amigos e familiares, conquistava todos à sua volta por ser uma pessoa alegre e estar sempre com um sorriso estampado no rosto.

Segundo a sobrinha Tayla, “Toda tarde, ele chegava do trabalho com um saco cheio de pães e um picolé na mão. Maria, a sobrinha que tem o mesmo nome que a avó, já esperava a brincadeira do tio. ‘Bênção mamãe’, ele dizia para a pequena. Ela lhe respondia com um sorriso”. Era um “tio maravilhoso”, complementa Tayla.

Pai amoroso, adorava brincadeiras e danças alegres. “Suas brincadeiras e danças serão minhas melhores memórias desse grande homem que Deus colocou em nossa família”, afirma a sobrinha.

Valmir morreu poucos dias antes do seu aniversário. Tayla e toda a família sentem sua falta, mas sabem que o céu estava em festa para recebê-lo. Efinaliza sua homenagem: “Parabéns, meu eterno bonitão! Sentimos sua falta, mas sua alegria jamais será esquecida! Te amo, tio, nosso bonitão... nosso eterno Valmir”.

Evalmir nasceu em Tefé (AM) e faleceu em Tefé (AM), aos 67 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela sobrinha de Evalmir, Tayla Tamara de Souza Itapirema. Este tributo foi apurado por Marcelo Dettogni e Lígia Franzin, editado por Denise Stefanoni, revisado por Otacílio Nunes e moderado por Rayane Urani em 1 de setembro de 2020.