Sobre o Inumeráveis

Francisca Luzanira Moreira

1948 - 2020

Vovó dos cabelos de ouro, a embalar os netos com histórias de amor e união.

Lulu, como era carinhosamente chamada, era uma luz e um porto seguro que unia a família. Ao longo da vida fez muitos filhos de coração, pois em seu coração de mãe sempre coube mais um. Muito divertida que era, adorava fazer rir, gostava de conversar, gargalhar e cantar. De muita fé e coragem, era uma mulher que sempre achava uma solução para tudo, com ela não havia tempo ruim.

Dona de uma beleza sem igual, mantinha os cabelos dourados que sua neta, Livia, adorava alisar carinhosamente com as mãos. “Vovó a senhora é tão linda, tão linda que não canso de olhar”, dizia ela, ao que gentilmente Lulu respondia: “São seus olhos, meu amor”. Era vista por todos como linda e elegante, de estilo e modo de falar sempre muito jovem. Arrasava corações por onde passava.

Adorava fazer bolos e várias comidas deliciosas, feitas como amor e carinho, e compartilhar com os vizinhos. “Eu amava comer aquele bolo de maracujá que... minha nossa! não existe igual! O bolo mole então, nem se fala. E aquele de milho que brigávamos por um pedaço...”, relembra Livia.

Contadora de histórias, encantava sua neta com as histórias de quando era criança, principalmente as de terror, e dos tempos que era jovem. Sabia dar um abraço apertado antes dos netos irem dormir como ninguém, e eles amavam pedir a bênção só pra ganhar esse abraço. “Não tem um dia que eu não sinta a sua falta vovó, falta de ouvir a senhora reclamar, de perguntar se eu queria um bolinho mole, suco de laranja, bruaca... Sempre preocupada comigo e com todos os filhos. Ah como eu sinto falta da sua voz, da sua companhia”, finaliza a neta.

Francisca nasceu em São Gonçalo do Amarante (CE) e faleceu em Eusébio (CE), aos 71 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Francisca, Livia Rafaelle S. Fonteles. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Marcos Concórdia, revisado por Sandra Maia e moderado por Rayane Urani em 31 de julho de 2020.