Sobre o Inumeráveis

Francisco Airton da Silva Lima

1964 - 2020

Do Céu, torce pela vitória de seu time ao lado de outra devoção: a Virgem Maria.

Primeiro a obrigação, depois a devoção, diz o ditado. Francisco tinha duas devoções: Nossa Senhora da Conceição e o centenário Fortaleza Esporte Clube – a cujos jogos assistia sempre do mesmo canto do sofá.

Homem de hábitos simples, com seu “jeito humano de ser”, foi um torcedor tão fanático que suas cores prediletas eram as do seu clube: vermelho, branco e azul. E seu maior sonho, claro, era “ver o time ganhar”, diz o amigo Nelson.

Empenhado no sustento da família, esse "pai e marido exemplar" - segundo as palavras de amigos e parentes - trabalhava como motoboy e microempresário. No corre-corre diário na capital cearense, entre altos e baixos, com certeza encontrava algum momento para ouvir o Raça Negra, grupo de samba e pagode do qual era fã e, é claro, rezar para Nossa Senhora da Conceição.

Francisco nasceu em Fortaleza (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 56 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelos amigos de Francisco, Nailson, Lecieuda e Maria Letícia Fernandes e pela sobrinha Eliane Martins. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Joaci Furtado, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 13 de agosto de 2020.