Sobre o Inumeráveis

Francisco das Chagas Silva

1945 - 2020

Pai, padrinho e amigo. Deixou um rastro de lembranças boas e saudades em quem o conheceu.

Nordestino trabalhador, Francisco, ainda jovem, ingressou na Marinha e se mudou para o Rio de Janeiro em busca de um sonho. Constituiu, com Maria de Lourdes, uma família unida por muito amor e união, que gerou frutos, como o filho Rodrigo e o neto Miguel. Construiu uma carreira, uma família, além dos muitos (e fiéis) amigos que fez, como Fernando, Orlando e Paulo.

Voltou para o Ceará com o coração lotado de pessoas boas. Era morador de Maraponga, torcedor fiel do Botafogo e como gostava de uma pescaria com sua afilhada... Deixava um rastro de memórias boas por onde passava e em quem o conhecia. Este ano, decidiu revisitar, pela última vez, sua terra natal após sua partida na década de 1960.
Lutou incansavelmente contra um problema cardíaco no último ano. Não teve o mesmo destino contra a Covid-19, apesar dos esforços inesgotáveis dos profissionais da saúde que estiveram ao seu lado.
Sem oportunidade de despedir-se, sua afilhada conforta: "Talvez tenha chegada a hora! Quem sabe dos desígnios desta vida? A nós restam, como consolo, as lembranças de uma vida bem vivida e da certeza do reencontro!".

Partiu, mas nunca será esquecido por aqueles que ficam e que tiveram a chance de conhecer a alegria e a força que Francisco foi.

Francisco nasceu Maranhão e faleceu Fortaleza (CE), aos 74 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Mariana Coelho, a partir do testemunho enviado por afilhada Andréa Mota de Oliveira Lima, em 15 de maio de 2020.