Sobre o Inumeráveis

José Arteiro Soares Rodrigues

1940 - 2020

Um homem que soube ser pacificador ao longo de toda a sua vida.

Um homem religioso, digno, responsável. Alguém que amenizava desacordos e que soube ser pacificador ao longo de toda a sua vida.

Dominador da escrita, enxergava a palavra como uma fonte inesgotável de amor. Sentia o poder que existia no pensar, por isso, utilizava-o com muita sabedoria. Poucos têm a sorte de trabalhar com o que lhes causam fascínio. José pôde ser considerado um senhor sortudo. Foi perfeito na arte contábil, sua verdadeira paixão.

Partiu daquilo que conhecemos como plano físico, mas na parede de memórias daqueles que o amam, a sua presença está eternizada.

"Você é como um espelho, que eu sempre admirei e quis me ver refletido. Descansa agora todo teu cansaço, nos braços do Deus pai, a quem tanto reverenciou. Nós te amamos, pai querido."

-

Homem íntegro, inteligente e trabalhador, que gostava de ajudar a todos por ter um coração muito bom. Casado, pai de 4 filhos e avô de 7 netos. Deixou um legado de caráter, honestidade e integridade. Gostava sempre de dançar e tomar seu whisky importado. "Pai, te amo pra sempre! Beijos de sua filha, Virna."

José nasceu Crateús (CE) e faleceu Fortaleza (CE), aos 80 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Vitória Freire, a partir do testemunho enviado por filhos Varley Rodrigues e Virna Farias Rodrigues, em 18 de maio de 2020.