Sobre o Inumeráveis

José Rodrigues da Silva

1943 - 2020

Carregou a paixão pelo Náutico pelas estradas do Brasil. De seu baú de memórias, sacava muito amor.

Apaixonado pelo Náutico Clube, José não perdia um único jogo. Com uma calmaria de causar inveja, nunca se estressava com nada, e estava sempre disposto a ajudar as pessoas. Adorava fazer caminhadas e mantinha a saúde em dia, mas não dispensava uma boa cervejinha nos finais de semana.

Trabalhador, sentia muito orgulho de sua profissão. Carregava um baú cheio de histórias da vida de caminhoneiro, e o abria sempre que possível para contar as aventuras da estrada. Viajar e conhecer novos lugares era algo que ele adorava. Sonhava em voltar para a estrada, mas, por conta da idade, se contentava em viajar a Timbaúba, sua cidade natal, no interior de Pernambuco.

Não teve oportunidade de estudar, mas sempre motivou os dois filhos a fazerem diferente, para que tivessem uma vida melhor. Michel se tornou engenheiro civil, deixando o pai feliz. O irmão, Flávio, resolveu seguir por um caminho já conhecido: também se tornou caminhoneiro. José era orgulhoso dos filhos. Tinha muitos amigos, e gostava de estar junto com a família. Tinha um companheiro especial: Bily, seu cachorro de estimação. Chamava-o carinhosamente de Bilinho.

De José, ficam o baú de recordações e as memórias que foram construídas durante seu tempo por aqui. Os jogos do Náutico não serão mais os mesmos. Os familiares e amigos sentem saudade todos os dias; e Bilinho também.

José nasceu em Timbaúba (PE) e faleceu em Jaboatão dos Guararapes (PE), aos 76 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de José, Michel Alves Rodrigues. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista , revisado por Daniel Schulze e moderado por Rayane Urani em 16 de agosto de 2020.