INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Jaboatão Dos Guararapes (PE)

Aluízio Miguel dos Santos, 77 anos

Fã de Luiz Gonzaga, adorava dar conselhos a seus netos.

Ariquerne de Souza Ferraz, 60 anos

Independente de qualquer coisa, encarava a vida com alegria, principalmente se havia comida feita de milho.

Iremar Severino de Souza, 71 anos

Nas horas livres, gostava de ouvir música e de uma cerveja bem gelada.

José de Sena, 82 anos

Zé fazia da própria voz a alegria da casa.

José Maria de Melo, 77 anos

Zeca cuidava de suas plantas com todo o zelo. Adorava contar histórias e eternizou a vida com poemas.

José Rodrigues da Silva, 76 anos

Carregou a paixão pelo Náutico pelas estradas do Brasil. De seu baú de memórias, sacava muito amor.

Júlia Maria de Medeiros Annes, 76 anos

Pós-graduada em ser mãe, dedicou amor materno por onde passava. Íntima de Deus e de seus anjos da guarda.

Maria José Silva de Sousa Pinto, 73 anos

Professora que amava ensinar e interagir com todos, dos jovens aos mais velhos.

Neuza Maria dos Santos, 76 anos

Devota de Nossa Senhora, possuía imagens de quase todos os santos existentes.

Quiteria Cordeiro dos Santos, 85 anos

Aos 52 anos voltou a estudar e se formou em Letras. Adorava os holofotes, sempre sonhou em aparecer na TV.

Quitéria Gueiros da Luz, 65 anos

Seu maior prazer era distribuir presentes e ver a felicidade no rosto de cada um que amava.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa