Sobre o Inumeráveis

Lucas Pires Augusto

1988 - 2020

Lucas foi um homem de muitas conquistas. A maior delas, seu maior orgulho, foi sua família.

“Peguei essa doença fazendo o que eu amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez … e no fim, todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo seu propósito. Amém.”

Essas foram as últimas palavras publicadas por Lucas em seu Facebook, dias antes de falecer. São poucas palavras, mas o suficiente para demonstrar sua verdadeira essência. Um grande homem de fé e compromisso com sua profissão. Lucas era neurocirurgião e, mesmo com somente 32 anos de idade, já tinha um histórico acadêmico impecável. Tinha grandes conquistas e se preparava para trabalhar no exterior.

Apesar de ser um homem acadêmico, Lucas também era um artista completo. Tocava saxofone quase como um profissional. Desde pequeno coloria a casa dos pais com quadros lindos e mesmo depois de adulto, fazia desenhos para seus queridos próximos.

Lucas foi um homem de muitas conquistas, mas nunca deixou de ser humilde. E na corrida de sua vida, a maior conquista de todas, seu maior orgulho, foi a sua família. Um filho e irmão comprometido e carinhoso. Um esposo sem igual, e um pai extremamente brincalhão e dedicado, apesar da agenda cheia. Viveu uma história de amor digna de um filme - e como fruto desse amor nasceram Benjamim e Isabella.

Muitas foram as cidades que Lucas passou durante sua vida. Mas foi em São Francisco do Sul que o médico deu um grande passo. Ao som de “Um Amor Puro”, de Djavan e em um pôr do sol de tirar o fôlego, Lucas pediu Camila, sua então namorada, em casamento. Para documentar esse momento tão lindo e marcante, fez um vídeo para compartilhar com o resto da sua família e amigos. Até hoje, esse ato de amor está documentado no YouTube (Pedido de Casamento - Cacá e Lucas).

A fé traz esperança. E Lucas, como um grande homem de fé, deixou uma última mensagem, que inspira força, mas ao mesmo tempo a calma e a certeza de que ele viveu por um propósito maior. Lucas viveu muito mais do que seus 32 anos de idade.

Lucas nasceu no Rio de janeiro (RJ) e faleceu em Maringá (PR), aos 32 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela irmã de Lucas, Gabriela Pires Augusto Pinto. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Isabelle Kruger Braconnot, revisado por Luana Bernardes Maciel e moderado por Rayane Urani em 26 de março de 2021.