Sobre o Inumeráveis

Lucivaldo Machado de Almeida

1965 - 2020

Um homem honesto, de opinião firme e completamente apaixonado pela família. Em especial, pelos netos.

Flamenguista roxo, Lucivaldo dizia que seu sangue era vermelho e preto, porém na cidade onde nasceu e morreu, sua paixão era o Grêmio Futebol Brevense, time local oito vezes campeão, e foi daí que veio o apelido "Pelado Almeida".

Era um bom homem, com um coração imenso. Estava sempre disposto a ajudar o próximo com um sorriso no rosto e uma alegria contagiante.

Casou-se aos 15 anos com Helena Morais de Almeida e tiveram três filhos, Diego, Júnior e Jeferson. Amava a família, mas sua grande paixão eram os netos.

"Enquanto eu tiver vida, pode faltar para mim, mas jamais para minha esposa, filhos e netos." dizia ele.

Paraense nato, gostava de tomar sua cervejinha e de uma boa conversa com os amigos. Sem dúvidas vai fazer falta, mas sempre estará presente no coração de todos que o conheciam.

Lucivaldo nasceu em Breves (PA) e faleceu em Breves (PA), aos 55 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de Lucivaldo, Diego Almeida. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Maria Luiza Farias, revisado por Rosana Forner e moderado por Rayane Urani em 1 de junho de 2020.