Sobre o Inumeráveis

Luiz Claudio de Paula Santos Bastos

1972 - 2020

Pastor de fé inabalável, se tornou motorista de aplicativo para cuidar dos filhos.

No bairro onde morava todos conheciam sua integridade. Fã de esportes e torcedor do Flamengo, uma prova da honestidade de Luiz Claudio é que nunca aceitou instalar aparelhos de TV a cabo “piratas”.

Além do futebol gostava de jogar videogame e ir para a igreja, onde congregava; e claro, como bom pai e esposo que sempre foi, também gostava de passear com a família. Mas sua generosidade se estendia a todos e, quem procurava Luiz, sempre recebia uma “palavra de Deus” vinda do pastor.

Dedicado com os filhos João Felipe e Arthur Vitor, saiu do seu emprego para cuidar dos meninos, para que a esposa Glaucilene pudesse ir trabalhar tranquila durante o dia.

Desde então, virou motorista de aplicativo. Por lá, nunca deixou a desejar também — tinha a pontuação máxima.

Homem de tão bom caráter, sua última viagem foi em direção aos céus.

Luiz nasceu no Rio de Janeiro e faleceu no Rio de Janeiro, aos 48 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela esposa de Luiz, Glaucilene Silva de Oliveira Bastos. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Larissa Paludo, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 11 de outubro de 2020.