Sobre o Inumeráveis

Luiz Gonzaga de Oliveira

1930 - 2020

Um homem adorável, que colocava sua família em primeiro lugar. Um exemplo de pessoa.

Esta é uma carta aberta de Ianca para o seu avô, Luiz:

Ele era um grande homem pra mim, era meu melhor amigo. Sempre ajudou o próximo enquanto podia, mostrava ser um exemplo de marido, pai, filho, avô... e que avô ele era! Levava-me para passear aos domingos no clube, brincava no chão, pra ele não tinha tempo ruim.

Era o homem moreno dos olhos azuis que encantava a todos. Sempre foi batalhador e merecedor de tudo que conquistou. Não conseguia dormir enquanto não desse boa noite para os familiares e acordava dando bom dia para todos.

Vô, que saudade da sua voz! Se eu soubesse que naquele dia era a última vez que iria ouvir sua voz, falar com você... falaria te amo mil vezes e pediria para não parar de falar, porque faz uma grande falta não ouvir mais sua voz todos os dias.

Obrigada por tudo que o senhor fez por mim e pela nossa família. Nunca vou esquecer do senhor. Já que eu não disse, no nosso último encontro, aqui vai, agora, nesta carta: eu te amo.

Luiz nasceu em Caucaia (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 90 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Luiz, Ianca Gomes de Oliveira. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Lígia Franzin, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 9 de outubro de 2020.