Sobre o Inumeráveis

Marco Cirino Cunha

1964 - 2020

Como bom policial que foi, movia-se no amor a Santa Rita.

Conhecido como Cacá, o policial militar adorava de pescar, de jogar dominó com os amigos e de se reunir com familiares.

Todo sábado, um compromisso era recorrente: visitar o irmão Adauto. Duas coisas sempre aconteciam nesses encontros semanais: sempre levava água mineral; e sempre usava uma identificação diferente quando tocava a campainha, e alguém perguntava quem é. Ele respondia a cada vez com um nome diferente e divertido. "Já começávamos a rir, e a alegria tomava conta do ambiente. Ficávamos sempre imaginando qual seria o nome que usaria na semana que vem... Agora temos certeza que ele está ao lado de Santa Rita de Cássia, era devoto fervoroso. Sentiremos muitas saudades", lembra a sobrinha Marcia.

Testemunho enviado pela sobrinha de Marco, Sarah. Este tributo foi escrito por Marcia Horacio Barbosa e revisado por Didi Ribeiro.

-
Um policial católico e devoto de Santa Rita de Cássia. Um ser humano super alto astral e de uma bondade muito grande. "Tire todas as suas preocupações da cabeça, amigo.", gostava de dizer como conta o amigo Adenilton.

Marco nasceu em Santa Rita (PB) e faleceu em Santa Rita (PB), aos 56 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado por amigos e familiares de Marco. Este tributo foi apurado por , editado por Andressa Cunha, revisado por Cristina Magalhães e moderado por Rayane Urani em 1 de maio de 2020.