Sobre o Inumeráveis

Marlene Sales Costa de Araújo

1943 - 2020

O amor tem cheiro e tem nome: vó Marlene, a rainha da família.

Este é o depoimento da filha Angela sobre sua mãe, Marlene:

"Tem dias em que Deus está tão inspirado, que de sua essência escorrem um amor e uma graça indefiníveis. Foi num desses dias que nasceu Marlene, um singelo presente para os membros da família Araújo.

Foram 77 anos de bênção. Na bondade dos seus gestos, transparecia a paz de seu coração. Viveu para servir as pessoas, não foi à toa que se formou como Técnica de Enfermagem.

Mãe, esposa, avó, profissional de saúde, mulher guerreira, vencedora, e que conseguiu plantar, no coração das pessoas que tiveram o privilégio de conviver com ela, o significado de ajudar e cuidar de pessoas. Ela plantou o bem, construiu uma história e deixou um legado de bondade."

Angela também colheu depoimentos dos netos de Marlene, abaixo:

"Não imaginávamos que a dor da saudade fosse tão intensa! Não dá para imaginar aquela sala sem você, eu sentada no sofá vendo você dizer que estava assistindo a um filme, quando a revista de palavras cruzadas já tinha caído não sei quantas vezes das suas mãos, com o seu cochilo. Suas risadas assistindo ao Sikera, de que você gostava muito, ainda ecoam na nossa memória e se refletem em uma dor enorme no peito. Você não era só uma avó, era uma mãe. Nunca vou esquecê-la."

"A partir de agora você não estará mais presente nas muitas datas comemorativas que se seguirão, Vó. E não será nada fácil, porque a senhora sempre fez questão de ser tão presente. Sua falta há de doer ainda mais. Minha vó, você foi uma mulher incrível, faltam adjetivos para qualificar a senhora. Só tenho a agradecer a Deus por ter convivido com você até agora. Saiba que essa saudade que ficou no meu peito é muito grande, os momentos que tive com a senhora jamais serão esquecidos e, por onde eu andar, sei que estará me acompanhando dentro do meu coração."

"Só Deus para confortar meu coração diante dessa perda tão grande. Pensar que a senhora está descansando nos braços de Jesus é o que me consola. Uma mulher tão especial e maravilhosa como você não merece viver num mundo com tanta maldade. Como sou grato por ser seu neto! Guardarei para sempre esse amor que a senhora nos ensinou a ter, minha Rainha Marlene. Te amo muito, vó."

"Nossa joia rara, que agora está com o nosso Senhor Jesus. A dor é enorme, mas a gratidão é muito maior, pois a minha vó sempre demonstrou todo o amor dela de uma maneira muito linda, a maneira mais verdadeira e sincera de demonstrar Amor. E, mais uma vez, vou dizer: Eu te amo, Vó Marlene!"

"Nossa Rainha não morreu, mas abrigou-se em nossos corações sob a forma de Amor, Cristo nos deu o direito de usufruir desta crença."

Marlene nasceu em Manaus (AM) e faleceu no Amazonas, aos 77 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Marlene, Angela Costa de Araújo. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Lúcia Bettencourt, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 18 de julho de 2020.