Sobre o Inumeráveis

Mirian da Conceição Santos

1943 - 2020

Ela sempre guardava um beijú para o neto comer, pois sabia que ele adorava.

Dona Mirian era uma mulher forte, batalhou muito para criar seus sete filhos. Conseguia, com tamanha generosidade, dividir seu coração igualitariamente entre todos eles. Com seu querido esposo, ela também dividiu algo muito valioso: sua vida durante sessenta e três anos.

Adorava cozinhar para a família, seus maiores xodós eram os netos. Uma das lembranças mais presentes de Ronaldo Júnior é de quando sua vó Mira guardava beijú para ele comer, pois sabia que seu neto adorava.

Os dois amavam implicar um com o outro, eram cúmplices. E que amizade a deles! Quando pequeno, Ronaldo corria da hora do banho, mas quando Dona Mira conseguia pegá-lo, dizia: “esse Júnior me acaba”. Ele, por sua vez, retrucava: “essa vó me dá é raiva”, ela ria e adorava.

Mirian nasceu em São Miguel dos Milagres (AL) e faleceu em Maceió (AL), aos 77 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo neto de Mirian, Ronaldo Júnior. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Miriam Pimentel, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 29 de julho de 2020.