Sobre o Inumeráveis

Neuraci Ramos de Oliveira

1976 - 2020

Uma mulher guerreira, que nunca deixava uma criança da vizinhança de estômago vazio.

Uma pessoa alegre e repleta de energia. É dessa maneira que Neuraci Ramos de Oliveira será lembrada pelos parentes e amigos. Nascida na comunidade ribeirinha de Teresina 4, no município de Tabatinga (Amazonas), a indígena era da etnia ticuna e teve oito filhos e três netos.

Extremamente solidária, tinha três irmãos e gostava de ajudar e acolher os familiares e os filhos dos amigos próximos. Nunca deixava uma criança da vizinhança de estômago vazio.

Casada com Higson Kanamari Warü, liderança do povo kanamari, da Terra Indígena Vale do Javari, era uma mulher guerreira e que assumia o papel de pai e mãe dos filhos durante as viagens do marido, que atua em defesa dos povos indígenas.


Sobre o povo Ticuna

Os Ticuna são o povo indígena mais numeroso da Amazônia, hoje totalizando 50 mil pessoas. Estão espalhados em cerca de 60 aldeias, 42 delas entre Tabatinga e São Paulo de Olivença, na região próxima à nascente do Igarapé Eware, seu local de origem. Além do português, falam a língua ticuna.

Neuraci nasceu em Tabatinga (AM) e faleceu em Tabatinga (AM), aos 43 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo marido de Neuraci, Higson Kanamari Warü. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Aline Khouri, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 29 de julho de 2020.