Sobre o Inumeráveis

Otávio Róseo de Oliveira Filho

1960 - 2020

Dono de uma alegria imensa! Era aventureiro, torcedor fanático do Ceará, apaixonado por carros e pela vida.

Esta é uma carta aberta da sobrinha Débora ao tio Otávio ou tio Tota, como era carinhosamente chamado:

Tio Tota, seu pai nasceu dia 1° de junho de 1946, o senhor partiu no dia 2 de junho de 2020 e seu neto nasceu no dia 3, um dia após sua partida. Tio, o senhor foi de uma forma tão forte e cheia de simbolismos!

Sua partida nos trouxe um medo de como as coisas seguirão quando tudo voltar ao normal, porque, desse normal em diante, sua ausência não será apenas pela quarentena, mas sentida para sempre.

O senhor era mais amado do que podíamos imaginar. Prometo que cuidaremos de sua filha Mariana e de sua amada esposa, tia Rose, porque elas são a herança mais linda com a qual o senhor nos presenteou.

Suas irmãs Celeida, Scheyla, Yêda e Fernanda e seu irmão Fernando ficarão fortes, pois é de família essa força imensa deixada para nós por vovó, Dona Irene. Sua vida agora continua também em formas de Mariana, Otávio Neto e Rodrigo Róseo, além de seu neto Samuel Otávio.

Suas melhores lembranças nos farão seguir em frente. Como irmão, filho, pai, tio, aventureiro, torcedor do Ceará fanático e homem de uma alegria imensa, você fará falta a todos que o conheceram.

Seu amor por carros, esportes e pela vida, são amostras do que eu sempre admirei no senhor. Tchau, tio! Torça pelo Ceará daí de cima e pare de secar o Fortaleza. Amo você!

Otávio nasceu em Fortaleza (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 59 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela sobrinha de Otávio, Débora M. de Oliveira Nobre. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Larissa Reis, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 16 de setembro de 2020.