Sobre o Inumeráveis

Paulo Arthur dos Santos Braga

1941 - 2020

De vendedor aposentado a avô em tempo integral, cuida de sua esposa, seus filhos e neta até depois de partir.

Com todo amor que podia carregar em seu coração cansado, andava a manhã toda comprando guloseimas e agrados para quem amava, todos os dias. Um homem dedicado a sua família que planejou todos os seus passos até para depois de partir, para que os seus não tivessem trabalho e nem sofrimento.

Conhecido como "Braga", era famoso por todo o bairro de Bonsucesso, onde morava. Amava comer na rua uma coxinha ou empada e parava, de dois em dois minutos, para conversar com conhecidos na rua. Muito simpático e sorridente, não se continha em casa e precisava passear no supermercado mais próximo assim que acordasse.

Dentro de casa, o avô incansável cuidou de sua neta como se fosse filha, apadrinhando-a e sempre reclamando por ela não usar chinelo, casaco ou meias em casa — até no calor! Sempre preocupado, mantinha todos os cuidados para que nada faltasse, muito menos para sua única neta. Sempre muito rígido, ensinou o que é ser uma pessoa de bom caráter e decidida, mas que nunca deixou de pensar no outro com compaixão.

Um amante secreto de gatos, salvou a vida de uma gatinha que estava prestes a ser jogada em um rio. Também, cuidou todos os dias de sua outra gatinha, Mimi, mantendo conversas, arranhados e biscoitinhos em confidência.

Como um de seus maiores feitos, cultivou um casamento durante 60 anos com sua primeira namorada, Rosili. Hoje, ela sente profundamente a sua falta, mas feliz de que viveu ao lado do Braga. Além disso, construiu sua carreira de vendedor viajante, sempre obtendo sucesso.

Seus feitos, brincadeiras, cálculos e preocupações evocam, mais e mais, o orgulho que toda sua família tem por ter dividido uma vida ao seu lado, deixando muita saudade e um silêncio em sua casa.

Paulo nasceu no Rio de Janeiro e faleceu no Rio de Janeiro, aos 79 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido neta de Paulo, Bruna Guadagnini Braga Vieira. Este texto foi apurado e escrito por Bianca Ramos, revisado por Lígia Franzin e moderado por Bianca Ramos em 13 de maio de 2020.