Sobre o Inumeráveis

Rafael Rodrigues Pereira

1988 - 2020

Seu maior sonho era ser pai. Pai de uma menina.

Dono de uma humildade ímpar, daquelas que poucas pessoas têm neste mundo. Tinha um coração enorme e uma vontade incrível de viver.

O maior sonho da sua vida era ser pai de uma menina. Um belo dia chegou em casa e cortou um bolinho que sua esposa havia feito com tanto amor. Dentro dele uma maravilhosa surpresa: a parte interna do bolo tinha a cor rosa. Ali, na sua frente, a revelação e a concretização de um grande sonho que tanto desejou, seria pai de uma linda menininha. A tão sonhada Alice estava a caminho. Nunca se viu um homem tão feliz quanto Rafael naquele momento.

Quando ela nasceu, ele acordava sua esposa no meio da noite para dizer que olhava a Alice dormir e que ainda não acreditava que tinha realizado o sonho de ser pai. Alice e o papai tinham uma música juntos: “Every Breath You Take”... Acredito que era uma promessa em forma de música, pois agora elas sabem que, todo santo dia, em cada suspiro que derem, cada passo, cada movimento, cada sorriso, cada laço que fizerem, ele estará observando e cuidando delas. Uma grande certeza: pertencem-se.

“Hoje eu entendo por que o Rafael queria tanto viver e ficar com a família, ele não ia estar muito tempo com a gente. Parece que ele já sabia”, relata sua esposa, Juliana.

Para a pequena e muito amada Alice, o papai virou borboleta e agora ela sempre pede para a mamãe desenhá-lo com asas.

Rafael nasceu em Pontalina (GO) e faleceu em Itumbiara (GO), aos 31 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Bianca Ramos, a partir do testemunho enviado por esposa Juliana Severo Mathias, em 13 de maio de 2020.