Sobre o Inumeráveis

Raimundo Nonato Sousa

1933 - 2020

Um cidadão que prezava a educação e que dedicou a vida inteira ao bem.

Ninguém o reconhecia pelo nome de batismo. Para os amigos, era Seu Domingos. Para toda as gerações da família, era pai.

Pouco sabia ler, mas fazia qualquer conta de cabeça. Prezava muito a educação e viveu para ver seus bisnetos entrarem em uma universidade pública.

Era um cidadão brasileiro. Nunca deixou de votar em nenhuma eleição. Era o dever cívico com seu país.

"Curioso é pensar que seu aniversário era justo no Dia da Mentira, enquanto ele nos deixa com a verdade de uma vida inteira dedicada ao bem", diz seu bisneto Pedro Igor, autor desta homenagem.



A filha de Seu Domingos faleceu menos de 48 horas antes dele. A história dela também está guardada neste memorial e você pode conhecê-la ao procurar por Francisca Juvencio de Sousa.

Raimundo nasceu em Massapê (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 87 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo bisneto de Raimundo, Pedro Igor de Sousa Lima. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Lígia Franzin, revisado por Lígia Franzin e moderado por Phydia de Athayde em 28 de setembro de 2020.