Sobre o Inumeráveis

Roberto de Lima Costa

1960 - 2020

"Deixe a vida me levar, vida leva eu. Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu". ele cantava.

Queria ver o Beto feliz? Era só organizar uma viagem para Uberaba (MG) ou Cabo Frio (RJ), com direito a jogo do Botafogo (seu time do coração), um churrasquinho e uma tequila para acompanhar (que ninguém é de ferro).

Sempre animado, onde ele chegava virava festa. Amava a vida e conseguia mostrar o lado bom dela a quem estivesse por perto.
Quando descobriu que seria avô, torceu muito para ser um menino. Já tinha até um apelido preparado: JJ. Mas o chá revelação mostrou que ele seria avô de uma menininha, a Ana Luíza. “Ele saiu feito louco”, ri a filha Camila.

Antes de ser entubado, ele manteve a positividade. Disse: “Na sexta, estou de volta, para segurar minha neta no colo”.

Casado com Fátima, era pai de Camila.

Roberto nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu em Osasco (SP), aos 60 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Roberto, Camila. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Ticiana Werneck, revisado por voluntário e moderado por Rayane Urani em 26 de maio de 2020.