Sobre o Inumeráveis

Suelen Silva Ferreira

1985 - 2020

Na arte, nos doces, na família e com os amigos, uma pessoa inesquecível.

"A vida imita a arte", Suelen sempre dizia. E sorria, ao final da frase.

Ela amava as artes, era professora da área e bem-querida por seus alunos.

Apaixonada também por bolos e doces, fez dessa outra artesania também um ofício, criando a própria empresa de confeitaria, a Candy Sonhos.

Os sonhos, no nome da empresa; os sonhos, no dia a dia do trabalho.

Filha de dona Benedita e mãe de Guilherme, de 11 anos, seus entes queridos e motivadores de todas as lutas necessárias à vida. Estava grávida de oito meses e contraiu Covid-19. Internada na UTI, perdeu a bebê, Giulia, ao sétimo dia de hospitalização. Dois dias depois da filha que carregava, chegou seu momento de se despedir da vida.

Alunos, amigos, clientes e, em especial, familiares ficam devastados pela sua perda, que é também, a perda de uma parte dos que ficam.

Suelen não será esquecida.

Sua vida, que imitava a arte, não será esquecida.

Suelen nasceu em São Luís (MA) e faleceu em São Luís (MA), aos 35 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela irmã de Suelen, Sueny Andressa Silva. Este tributo foi apurado por Marcelo Dettogni, editado por Rafael Gallo, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 4 de julho de 2020.