Sobre o Inumeráveis

Vera Lucia de Jesus Bomfim

1957 - 2020

A vida inteira ela trabalhou em escolas levando alegria e carinho às crianças, que amava acima de tudo.

É com o adjetivo, em maiúscula, Preciosa, que Elane inicia esta homenagem à sua mãe, Vera Lucia.

"Ela foi uma mulher guerreira, simplesmente extraordinária!", diz a filha, ainda muito emocionada pela partida.

Dona Vera tem uma história marcada por muito sofrimento, a começar pelo desafio de criar todos os filhos sozinha, após a separação do marido. Missão que ela encarou como fez em relação à vida toda: com garra, determinação e também muito amor. Assim, transformou um caminho que poderia ser só de dor em uma jornada de superação e gratidão.

Apaixonada pelo bisneto, "seu tesouro", Elane conta que sua mãe era conhecida, ou melhor, "aplaudida", por suas numerosas virtudes: prestativa, solidária e amava servir ao próximo.

Sua marca neste mundo, diz a filha, é o amor e cuidado com as crianças das escolas em que trabalhou. Dona Vera "batalhou honestamente", trabalhando em várias escolas, sempre na função de serviços gerais.

"A escola que marcou sua vida é o Grupo Escolar Rômulo Galvão, que fica na rua onde ela residia", conta a filha, e prossegue falando da cidade baiana de Gandu: "Desde que ela se foi, a Praça Rui Barbosa não é a mais a mesma. Ela era alegria daquele lugar."

Tal alegria fica, agora, na lembrança e honra de seu legado. Há também a gratidão dos que ficaram, pois na família de Dona Vera, ao todo, sete pessoas se infectaram com o coronavírus. Estão todos recuperados.

"Perdemos essa mulher honrada, de grande valor. Uma perda irreparável para todos os ganduenses", diz Elane, e conclui sua homenagem: "Nos restam a saudade e muitas boas lembranças de alguém tão especial!"

Vera nasceu em Gandu (BA) e faleceu em Gandu (BA), aos 63 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Vera, Elane Bomfim de Almeida. Este tributo foi apurado por Samara Lopes, editado por Diego Eymard, revisado por Lígia Franzin e moderado por Phydia de Athayde em 24 de setembro de 2020.