Sobre o Inumeráveis

Wellington Brito de Vasconcelos

1978 - 2020

Sua família e o Sport Club do Recife eram seus maiores amores.

Seu maior amor era sua família. Foi um filho, irmão, tio, sobrinho e neto que amava e era amado por todos, incondicionalmente. Apaixonado por comida, seu prato preferido eram as panquecas que a cunhada fazia. Passava muito tempo em casa, ajudando todos com o que precisassem.

Seu time do coração era o Sport Club do Recife. “Não perdia uma só partida”, recorda o irmão Windson que, por ser torcedor do time rival, o Santa Cruz, era alvo das implicações e brincadeiras de Wellington.

Essa relação de irmãos durou a vida toda e criou diversas lembranças. Quando os dois eram crianças, Wellington tomava as duas mamadeiras que a mãe deixava para eles durante a noite, obrigando o irmão a levantar e pedir uma nova para a mãe.

Sua presença e seu amor pela vida deixam uma enorme saudade na família. Como o irmão lhe diz, “as boas lembranças vão ficar pra sempre, assim como a certeza de que vamos nos encontrar de novo”.

-

"Wellington era um menino doce, meigo, muito humano e amigo. Gostava de jogar vídeo game, assistir TV, filmes e era apaixonado por esportes. Muito amoroso com o irmão e sobrinho, ele dedicou a vida a família." conta a sua mãe, Maria do Bonfim.

Wellington nasceu em Camaragibe (PE) e faleceu em Recife (PE), aos 42 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo irmão e pela mãe de Wellington, Windson e Maria do Bonfim. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Paula Garcia Corrêa, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 3 de outubro de 2020.