Sobre o Inumeráveis

Ademar Rodrigues

1951 - 2020

Tocador de gaita e contador de piadas, espalhava riso e alegria por onde passava.

Seu Teixeirinha, como era carinhosamente conhecido, “espalhava alegria por onde passava”, conta a filha Tatiane. “Nunca vi meu pai triste”, ela complementa.

Era contador de piadas e tocador de gaita. “Tocava uma gaita como ninguém”, diz orgulhosa a filha. E assim, Seu Teixeirinha encantava seus muitos amigos, com suas graças e seus sons.

Alegre e risonho, espalhava amor na família. Amava a esposa, as filhas e os quatro netos. “As filhas eram loucas por ele”, diz Tatiane.

Cuidadoso, não estava saindo de casa “para nada”, segundo a filha. Queria se proteger e continuar espalhando alegria na vida.

A morte o levou, mas na lembrança de amigos e familiares, o amor traduzido em risos e melodias permanecerão para sempre.

Ademar nasceu em Trombudo Central (SC) e faleceu em Cascavel (PR), aos 68 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Ademar, Tatiane Blum Rodrigues Goncalves. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Denise Stefanoni, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 28 de julho de 2020.