Sobre o Inumeráveis

Alencar José Ruz

1945 - 2020

Fez questão de ensinar a toda família o valor da honestidade.

“Amigo e companheiro pra todas as horas”, é assim que sobrinha Natália se lembrará para sempre do patriarca da família. Tio Caio, como era chamado, adorava ajudar quem precisasse, sem nunca pedir algo em troca.

Foi com ele que a jovem riu todos os dias, ouviu suas histórias e aprendeu a declarar seu importo de renda, afinal o tio era aposentado do Banco Central. Ao lado dele, ninguém ficava triste.

Antes de ser internado, Tio Caio pediu para a esposa cuidar da família. Essa missão estará cumprida, no coração de todos ele sempre estará vivo. A cada refeição que fizerem, a cada feriado que passarem, ele sempre os deixará mais unidos.

Tio Caio partiu, mas deixou uma parte dele aqui, os dois netinhos que tanto amava.

Alencar nasceu em Echaporã (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 74 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela sobrinha de Alencar, Natália. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Bianca de Souza, revisado por Didi Ribeiro e moderado por Rayane Urani em 28 de maio de 2020.