Sobre o Inumeráveis

Alexandre dos Santos

1949 - 2020

Apelidado pelos que amava de Seu Bigode, era doido por futebol e louco pela família.

Fã de futebol, gostava de acompanhar todas as partidas que aconteciam, especialmente as do Santos, time pelo qual era fanático.

Sempre disposto a ajudar quem precisasse, era bondoso e de coração gigante, amparando os que procuravam ajuda. Da forma como podia, socorria as pessoas que apareciam pelos caminhos da vida em busca de suporte.

Dividiu a vida com Eunice durante quarenta e dois anos, sempre brincando de brigar, mas amando de verdade. Teve 3 filhos e 5 netos. Apaixonado pela família, fazia de tudo para ver os que amava juntos e felizes; sua alegria era reunir os queridos parentes. Todos os domingos juntava os filhos, netos, sobrinhos e cunhados para o almoço em família. Juntos, riam e brincavam, se divertiam na companhia uns dos outros, afinal se amavam.

Alexandre deixa uma família inteira saudosa, cheia de lembranças lindas que construíram juntos. Sem ele os jogos do Santos não têm mais graça e, mais que tudo, falta alguém nos almoços de domingo. Do outro lado, Seu Bigode segue cuidando e amparando os que ama, mesmo que não o vejam mais. O desencontro é temporário. Quando chegar a hora, todos se reunirão novamente para matar a saudade e, quem sabe, relembrar os jogos do time paulista.

Alexandre nasceu em Campo do Brito (SE) e faleceu em Santos (SP), aos 71 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Alexandre, Sandra dos Santos Emmerich. Este tributo foi apurado por Hélida Matta , editado por Bárbara Aparecida Alves Queiroz, revisado por Acácia Montagnolli e moderado por Rayane Urani em 23 de março de 2021.