Sobre o Inumeráveis

Alexandre Milfont Rodrigues

1984 - 2020

Efervescente, espalhava sorrisos e música aonde quer que fosse.

Professor de pedagogia que ensinava e se permitia ser ensinado. Também era músico e cantava na igreja que frequentava.

Não proferia reclamações, optava por agradecer pelo que tinha. Foi um homem cristão que não possuía "apenas" a fé, e, por isso, realizava a obra. Sentia uma verdadeira paz ao se envolver em atividades assistenciais na comunidade onde morava, chegando a ser representante dos serviços de uma UBS local, como conselheiro de saúde. Forneceu a sua vida para salvar muitas outras.

Alguém que cantou e pregou a palavra de Deus.

--

"Nosso grande amigo Alê, podia ser descrito como efervescente, tamanha era sua alegria contagiante, sempre espalhando sorrisos e música aonde quer que fosse.

Estivesse bem ou mal, lá estava ele encontrando um motivo para continuar sorrindo e abraçar todo mundo.

Não é à toa que Alê era o amigo nota mil: mil histórias, mil músicas, mil idéias, mil pensamentos, mil conselhos, mil amigos que sentirão muitas saudades.", contam os amigos Maicon Lima e Vanessa Sodré.

"Sou bom pastor ovelhas guardarei
Não tenho outro oficio nem terei
Toda vida eu tiver eu lhes darei..."🎶🎵

Alexandre nasceu São Bernardo do Campo (SP) e faleceu São Bernardo do Campo (SP), aos 36 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Alana Rizzo, a partir do testemunho enviado por irmão e amigos Martim Milfont Rodrigues, Maicon Lima e Vanessa Sodré, em 11 de maio de 2020.