Sobre o Inumeráveis

Alfeu Custódio Ferreira

1950 - 2020

Alguém que amasse tanto os seus parentes não pisou nesta terra.

Não se faz uma homenagem a Custódio sem ouvir os toques iniciais de: "Meu coração, não sei porque, bate feliz quando te vê…", o Carinhoso, de Pixinguinha.

“O herói, a âncora, o apoio...era pra lá que podia correr com certeza”, diz sua filha Carolina.

Alguém que amasse tanto os seus parentes não pisou nesta terra. E ele fazia questão de visitar, todos, sempre. Em qualquer oportunidade, qualquer grau de suposto parentesco que fosse.

Tinha uma vontade de aprender faminta, um mau humor reservado apenas às pessoas mais próximas, uma boa memória, bom senso de direção e uma risada “idiota”. Também era mão de vaca e cabeça dura, mas mantinha a fé e a persistência, mesmo em situações difíceis.

Mesmo aos 60 anos, ainda era capaz de virar “estrelinha”. Como ele era flexível!

Não chegou a ser avô, mas merecia ter sido e teria sido excelente na função. Quem vê qualquer foto dele com os filhos criança tem a impressão de que eram os melhores momentos da vida dele. Os sorrisos mais genuínos, o famoso sorriso dos Ferreira. Um sorriso cheio de dentes.

O último pedido foi um fio dental, porque como ele bem ensinou, auto cuidado é essencial, e mantém a gente funcionando.

Muito querido por todos, ele amava viver, e em qualquer tempo que tivesse sido a sua partida, teria sido cedo demais.

-
Sempre dedicado ao trabalho, à família e aos amigos. Era o mais velho de 10 irmãos. Morou em Ibiporã, Arapongas e em Londrina (PR), onde concluiu o curso de Administração de Empresas, na UEL. Depois de casado, foi para Campinas e, por último, residia na Capital Paulista. Ele era muito querido na Nossa Grande Família (nome do grupo de mais de 300 participantes). "Sentiremos saudades eternas desse grande homem iluminado por Deus.", diz o irmão Jorge.

Alfeu nasceu Ipanema (MG) e faleceu São Paulo (SP), aos 69 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Alana Rizzo, a partir do testemunho enviado por filha e irmão , em 19 de maio de 2020.