Sobre o Inumeráveis

Alice de Freitas Donini

1961 - 2020

O amor que transbordava dela era único e infinito.

Alice foi uma mulher batalhadora e guerreira, mãe amorosa do Luiz Fernando, do Igor e da Karina e uma avó sensacional.

Adorava cozinhar. Sua especialidade era fazer bolos de aniversário para os netos. Para sua sobrinha Elizete, o arroz de forno de Alice tinha gosto de infância.

Prestativa, estava sempre disposta a ajudar qualquer um, sem distinção.

Sempre com um palavrão saindo sem perceber e um sorriso no rosto, deixava sua marca por onde passava. “Ela era uma verdadeira Dona Hermínia (aquela da peça)”, lembra a sobrinha, que tinha Alice como uma segunda mãe.

Era o alicerce da família Donini; através dela até os parentes mais distantes mantinham contato.

Trabalhou como merendeira em uma escola pública em Suzano e, mesmo com a aposentadoria, não ficava parada. Trabalhava na padaria do filho Luiz Fernando sempre que ele precisava de sua ajuda.

Quando se aposentou, planejou inúmeras viagens, mas infelizmente não teve muito tempo para realizá-las.

Partiu, mas ainda se faz presente através do legado que deixou: a única coisa que importa nesse mundo é o amor, sem esquecer que, independente de qualquer coisa, família é família.

Alice nasceu em Jales (SP) e faleceu em Santo André (SP), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela sobrinha de Alice, Elizete Donini de Carvalho. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Andressa Cunha, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 12 de julho de 2020.