Sobre o Inumeráveis

Alzira da Silva Novaes

1961 - 2020

Depois de algumas grandes tristezas, que a vida não lhe poupou, estampou um sorriso no rosto e viveu!

Tinha ainda um sonho que queria realizar... ajudar as pessoas de rua. Seu coração andava inquieto com a situação dos menos favorecidos.

Avó de dois netos, tinha três filhas e dois filhos.

Seu maior prazer era estar com a família reunida em casa — que ela cuidava com amor e carinho — e ver a mesa posta, com todos sentados ao redor. Era uma mulher alegre, que estava sempre com um sorriso no rosto, independente do que estava sentindo. Ninguém nunca a via triste, e motivos não lhe faltavam, pois perdeu um dos seus filhos muito cedo.

Servia a Deus com todo o seu coração e gostava de ajudar todo mundo.

Já internada, ficou sem saber que perdeu mais um filho, 15 dias antes de sua partida, também pela Covid-19.

"Mesmo sabendo que 'há tempo para todas as coisas debaixo do céu: tempo de chorar, tempo de rir, tempo de guerra e tempo de paz', a ausência deles deixa um vazio enorme na família, um silêncio profundo e o luto pelas duas vidas que se foram de uma vez", confessa Nathaly.

Alzira nasceu em São Vicente (SP) e faleceu em Praia Grande (SP), aos 59 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela sobrinha de Alzira, Nathaly Ella Maciel romeiro. Este tributo foi apurado por Viviane França, editado por Alessandra Capella Dias, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 13 de junho de 2020.