INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Praia Grande (SP)

Alzira da Silva Novaes, 59 anos

Depois de algumas grandes tristezas, que a vida não lhe poupou, estampou um sorriso no rosto e viveu!

Eliana do Rocio Barbosa Lima, 63 anos

Sonhadora, tinha dentro de si uma energia maravilhosa e retribuía com gentilezas o carinho que recebia.

Genita Costa, 78 anos

As notas de sua cantoria alegre continuarão sempre entre nós.

Ignez Branco Baptista, 91 anos

Dizia que viveria até os cem anos.

Ivini Ribeiro de Castro Rodrigues, 40 anos

Na música da vida, dançou sem medo de ser feliz. A dança era um de seus maiores amores e seus passos reluziam.

José Adilson Torres, 59 anos

Quem nunca foi à sua casa e experimentou seus pratos, não sabe o que perdeu...

José Benedito Pereira, 54 anos

Foi um homem que nunca desistiu dos seus sonhos e ensinou que tudo é possível quando se tem dedicação e amor.

Maria Barbosa de Araújo, 72 anos

"Faça tudo com amor e a diferença será percebida de longe”, costumava dizer.

Olga Ferreira de Melo, 72 anos

Ela era luz, alegria e disposição. Era uma mulher vaidosa e extremamente jovial.

Oswaldo Cesar Estrafacci, 66 anos

Como bom filho de italiano adorava preparar massas. Guardou tão bem o segredo, que o levou para o céu com ele.

Paulo Pereira Gomes, 58 anos

Dono de um coração gigante, estava sempre pronto para ajudar quem quer que fosse.

Paulo Soares de Oliveira, 65 anos

Sonhava em viver a velhice no sítio, pescando e cuidando dos animais.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa