Sobre o Inumeráveis

Ana Lúcia Vieira de Jesus

1967 - 2020

Presenteava pessoas e vivia procurando motivos para celebrar. “A vida é uma festa” era a sua filosofia.

Era a "Tia Lu". Teve 41 sobrinhos, nove irmãos, o filho Júlio César, o seu amor José Carlos e... uma multidão de amigos.

Sua risada, engraçada e única, contagiava até quem não a conhecia.

A alegria, a bondade e a caridade sempre foram suas aliadas. Cuidou de seus pais quando ficaram idosos, cuidou da maioria das crianças da família e de seus amigos.

Sua irmã Rita relembra uma peculiaridade considerada engraçada e carinhosa dela: "Era lindo de se ver quando, por exemplo, ela dava comida para as crianças. Era uma colherada na boca da criança e uma para ela, sempre! (...) O mais engraçado, era que as crianças gostavam dela e as mães não se importavam com essa divisão.”

Trabalhava como balconista em uma loja de presentes e papelaria. Vendia, mas o que ela gostava mesmo, era de comprar presentes.

"Ah, como ela adorava celebrar a vida. Gostava tanto de festas que, se deixassem, organizava uma para qualquer pessoa que tivesse motivo para comemorar. Caridosa, dividia tudo o que tinha, e era capaz de dar a própria roupa a quem necessitasse”, conta ainda Rita.

“Temos que comemorar a vida”, disse a Tia Lu em janeiro de 2020, na reunião de celebração dos aniversários de suas irmãs Tereza e Antonia.

Ana nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 52 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela irmã de Ana, Rita Vieira Carcavalli. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Júlia Palhardi, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 10 de junho de 2020.