Sobre o Inumeráveis

Antônio Bono Medina

1952 - 2020

Nico ensinou o que é ser feliz. Ensinou a viver e não ter vergonha de ser feliz!

"Tive a oportunidade de conviver com ele quando eu já estava com uns 20 anos mais ou menos", conta Luis Antônio, que complementa: "foi aí que passei a conhecer uma pessoa muito especial, o meu pai, o Nico!"

Nico era amoroso, bondoso, alegre e cheio de amigos. Um excelente vendedor, que trabalhou nas lojas Pernambucanas e vendia como ninguém!

Amava a natureza, uma boa pescaria no sítio, jogar baralho e tomar uma cervejinha com amigos e familiares. Gostava de uma boa prosa, de viver e de ser feliz.

"Ele ajudou com meus negócios, incentivou, deu força para mim!", diz o filho.

"As últimas palavras dele foram em uma conversa em que eu pedi perdão por alguma coisa que poderia ter feito a ele e, meu pai falou o mesmo para mim, nos despedimos com lágrimas nos olhos e eu falei que o amava. Partiu daqui com a missão dele cumprida", finaliza Luis Antônio.

Deixou ensinamentos, amor, saudades e grandes lembranças.

Nico me ensinou o que é viver sem ter vergonha.

Nico me ensinou o que é ser feliz.

Antônio nasceu em Tupã (SP) e faleceu em Londrina (PR), aos 68 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de Antônio, Luis Antônio Bono. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Cassio de Campos, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 1 de setembro de 2020.