Sobre o Inumeráveis

Antônio José da Silva

1924 - 2020

As notas do trombone de Norato embalaram muitos casais mundo afora.

Norato do Trombone, assim o músico que está sendo homenageado aqui pela filha Maria Isabel era conhecido e reconhecido. E era dos bons! Tocou com Roberto Carlos, Elis Regina e tantos outros.

Norato teve seu dom reconhecido ainda em vida, quando foi imortalizado na canção "Baile no Elite", de João Nogueira:

"Quando dei de cara com a Orquestra Tabajara
E o popular Jamelão, cantando só samba-canção.
Norato e Norega, Macaxeira e Zé Bodega
Nas palhetas e metais..."

"Uma coisa engraçada sobre a personalidade de meu pai é que, por ser músico famoso entre os próprios músicos, tinha muitos conhecidos e poucos amigos. Sempre que saíamos para resolver qualquer assunto, esbarrávamos com pessoas com quem ele tinha longas conversas. Depois, quando continuávamos nossa jornada, ele virava e me perguntava: 'Quem era esse?' Ele simplesmente não sabia de onde conhecia a figura. Era hilário", conta Maria Isabel.

Norato fará falta. Seus amigos e familiares choram, mas sabem que agora descansa na merecida paz do Senhor.

Antônio nasceu em Bicas (MG) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 96 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Antônio, Maria Isabel Silva. Este texto foi apurado e escrito por Lígia Franzin, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 16 de dezembro de 2020.