Sobre o Inumeráveis

Brazil Montalvao Marques

1955 - 2020

Um guia de turismo apaixonado por viagens e que fazia jus ao nome.

As festas, ou melhor, os bailões das cabeleireiras, como ele dizia e frequentava aos domingos, não eram os mesmos sem a presença dele. Quando chegava, claro, dominava o ambiente com o seu carisma. Dançava sempre.

Risadas e alegrias também são palavras sinônimas para descrever Brazil, sim com "z" mesmo, pois fazia jus ao nome do país onde nasceu e viveu com sua profissão: guia de turismo. Era apaixonado por viagens e fazia do trabalho uma grande festa, pois assim era.

A amiga Eliana Serrati conheceu Brazil no trabalho. Mais que uma colega de profissão, foi uma parceira de vida. “Viajamos para a Disney com meu filho, que na época fazia 16 anos”. As histórias entre eles eram quase todas divertidas, com micos e risadas, abraços e danças, e também com muitas festas — não podiam faltar. “Ele conhecia meu andar, sabia se eu estava bem. Um irmão que sabia muito de mim”, conta Lika, assim mesmo com "k", era como ele chamava a sua amiga.

Brazil não gostava de tirar fotos, suas lembranças ficaram registradas na memória de quem o conheceu e conviveu. Do fogão, sempre guardou distância, muita, na verdade, pois nem água sabia ferver. Amava experimentar os sabores e de comer fora de casa.

Do Oiapoque ao Chuí, assim era o guia Brazil de A a Z.

-

Alegria em forma de gente, Brazil viveu como quis e deixou a lição da importância de um sorriso.

Brazil, com ‘z’, carregava o nome, a grandeza e a felicidade do país.

Era um ser humano grande: único, verdadeiro, companheiro, amável, carinhoso, respeitoso, carismático, conselheiro, sincero.

Dono de um sorriso cativante, era o dono das melhores palavras e dos mais certeiros conselhos. “Era meu amigo Brazil!”, conta o amigo Vanderlei.

O alto-astral fazia-se presente a todo momento. Não era de reclamar à toa, não! Seja por uma ligação que caiu, uma dor ou algo que não saiu conforme o planejado. Sua alegria era autêntica e forte.

“Foi ele quem me ensinou a importância de um sorriso. Não existem palavras que possam descrever o ser humano incrível que Brazil era”, declara Vanderlei, com saudades.

Brazil nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em Santos (SP), aos 64 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelos amigos de Brazil, Eliana Serrati e Vanderlei da Silva. Este tributo foi apurado por Acsa Tayane, editado por Mateus Teixeira e Maria Luiza Gonçalves, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 11 de julho de 2020.