Sobre o Inumeráveis

Carlos Augusto Rodrigues Vale

1960 - 2020

Torcedor e administrador do time Shangrilá, contava história até no escuro.

Era um pai carinhoso com os filhos, Samantha e Thiago, que, até hoje, lembram com carinho das histórias de sua própria infância, contadas à sombra de uma vela, nas noites em que faltava luz.

Sossegado, Carlos Augusto nunca foi de “esquentar a cabeça”. Era sempre tranquilo, no trabalho e com a família. Para ele, tudo estava bom. Gostava de sair com as camisetas do seu time do coração, do qual era, inclusive administrador. E, sempre bem-humorado, Kaká, como era afetuosamente chamado, tomava sua cervejinha de cada dia.

Os filhos contam que ele sonhava em terminar a chácara Flor de Liz, onde queria ver toda a família reunida. Aliás, ele adorava ver a união da família, assim como também gostava de descer para a praia nos finais de semana e curtir a neta Liz.

Não havia quem não gostasse de Kaká, o Carlos Augusto, querido por todos, “um ser humano maravilhoso que Deus quis por perto!”, declaram os filhos e a sobrinha Débora.

Carlos nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 60 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela sobrinha e pelos filhos de Carlos, Débora Giane Vale, Samantha Rodrigues Vale e Thiago Rodrigues Vale. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Rosimeire Seixas, revisado por Lígia Franzin e moderado por Phydia de Athayde em 28 de julho de 2020.