Sobre o Inumeráveis

Carol Tavares Monteiro

1986 - 2020

Carol era e sempre será sinônimo de amor.

Carol foi e sempre será um anjo na vida das pessoas que tiveram o privilégio de conhecê-la.

A forma como ela se doava pelas suas amizades tornava Carol um ser muito especial. Era o tipo de pessoa que oferecia seu ombro amigo na primeira conversa.

Filha de feirantes, Carol se tornou uma excelente feirante e na feira fez que a famosa punhada de sua Mãe (fruto bastante valorizado no Pará), fosse ainda mais reconhecido na capital. "A melhor pupunha é a da Rainha!", ela dizia.

Com o suor de seu trabalho conseguiu realizar um de seus maiores sonhos: se formar em Pedagogia e, consequentemente, contribuir para a formação educacional de seu amado filho, Keven.

Carol era feliz na forma mais linda que possa existir, passou pelas dificuldades da vida com o coração cheio de fé e alegria.

Carol nasceu em Belém (PA) e faleceu em Belém (PA), aos 34 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Rayane Urani, a partir do testemunho enviado por amiga Jaiane Leal, em 2 de maio de 2020.