Sobre o Inumeráveis

Célio Vieira

1943 - 2021

Fez o mundo mais bonito através de suas pinturas.

Trabalhou por muitos anos na delegacia da cidade e era chamado de "delegado" pelas pessoas próximas a ele. Muito habilidoso, desenhava e pintava muito bem além de ter muita habilidade para lidar com as plantas.

Possuía um rancho em Furnas que era pequeno, porém encantador e construiu um espaço de lazer em frente a sua casa, com uma piscina aquecida com cascata e iluminação - seu orgulho. Nesse refúgio foi construído um parquinho para as crianças; uma casa de bonecas para as netas; um cantinho do churrasco e do fogão a lenha; um mirante para ver a cidade e um belíssimo orquidário. Além de um painel do Atlético Mineiro, Time do qual ele era torcedor. Foi ali que reuniram a família para as festas de fim de ano.

Pai de quatro mulheres, avô de um menino e três meninas. Foi um pai presente na vida das filhas, a frente de seu tempo. Não fazia nada sem a companhia de sua esposa Lucinda.

"Só nos resta agradecer pelo nosso pai tão amoroso e presente na nossa vida, ficam as lembranças e a saudade é imensa" relembra a filha Geiza com carinho.

Célio nasceu em Campos Gerais (MG) e faleceu em Varginha (MG), aos 77 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Célio, Geiza Mara Vieira. Este tributo foi apurado por Karina Zeferino, editado por Mariana Nunes, revisado por Magaly Alves da Silva Martins e Ana Macarini e moderado por Rayane Urani em 21 de novembro de 2021.