INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Varginha (MG)

Aparecido Dias da Silva, 73 anos

Adorava contar suas histórias de pescador.

João Batista de Morais, 83 anos

Homem negro, teve pouca oportunidade de estudar. Batalhou com honestidade, inclusive sendo engraxate.

Laudemila de Sousa Silva, 74 anos

Tinha o sangue quente; Luda nunca levava desaforo para casa.

Marilene do Prado Tavares, 47 anos

A profissional mais sorridente e solar.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa