Sobre o Inumeráveis

Claudio de Miranda Pereira

1955 - 2020

Alguém que trouxe leveza ao peso da rotina.

Como Guarda Municipal da Cidade de Manaus, Claudio amava seu trabalho e os amigos que conquistou nesse tempo. Mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas no ambiente de trabalho ele levava os dias com leveza e assim contagiava a todos. "Sempre com um sorriso largo no rosto" era como o descreviam.

Claudio foi uma pessoa incomparável. Amou intensamente seus 14 filhos, 2 esposas (uma ex), netos, 17 irmãos, pais e o Botafogo. Brincou, bebeu, se divertiu, parou de beber, passava trote para a mãe, quis reunir a família, entregou sua vida a Deus e, claro, nunca deixou faltar os dois frangos assados da Dona Irene para o jantar de Natal e Ano Novo.

Clícia, sua irmã, relata que "Fala, cheira cola!" era como ele cumprimentava seus amigos e familiares. "Que saudades de ser cheira cola...", afirma.

Claudio nasceu Manaus (AM) e faleceu Manaus (AM), aos 65 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Irion Martins, a partir do testemunho enviado por irmã Clicia Pereira Franco, em 9 de maio de 2020.